Segunda-feira, 22 de Setembro de 2014
...

album cartoon



publicado por sapo às 11:55
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 22 de Dezembro de 2006
Biografia

Agustina

Agustina Bessa-Luís nasceu em Vila Meã, Amarante, em 1922. A família do seu pai era do Norte do país e a sua mãe era espanhola.

 

Viveu durante a infância e adolescência na região de Entre-Douro e Minho e depois em Coimbra até 1948. Casou em 1945 com Alberto de Oliveira Luís. A partir de 1948 fixou residência no Porto.

 

Começou a escrever aos 16 anos e em 1950 publicou o seu primeiro romance, “Mundo Fechado”. O reconhecimento chegaria em 1952, com a atribuição do Prémio Delfim de Guimarães ao livro “Sibila”, galardoado no ano seguinte com o Prémio Eça de Queiroz.

Estreou-se no teatro em 1958 com “O Inseparável”.

 

Foi membro do conselho directivo da Comunitá Europea degli Scrittori (Roma, 1961-1962). 

Entre 1986 e 1987 foi Directora do diário O Primeiro de Janeiro (Porto). Entre 1990 e 1993 assumiu a direcção do Teatro Nacional de D. Maria II (Lisboa) e foi membro da Alta Autoridade para a Comunicação Social. 

É membro da Academie Européenne des Sciences, des Arts et des Lettres (Paris), da Academia Brasileira de Letras e da Academia das Ciências de Lisboa, tendo já sido distinguida com a Ordem de Sant'Iago da Espada (1980), a Medalha de Honra da Cidade do Porto (1988) e o grau de "Officier de l'Ordre des Arts et des Lettres", atribuído pelo governo francês (1989).

 

Várias obras suas foram traduzidas em diversos países e algumas foram adaptadas ao cinema por Manoel de Oliveira, como “Francisca”, “Vale Abraão” e “As Terras de Risco”. O seu romance “As Fúrias” foi adaptado ao teatro por Filipe La Féria.

 

Aos 81 anos, Agustina Bessa-Luís recebeu o Prémio Camões, considerado o mais importante prémio literário da língua portuguesa.



publicado por sapo às 16:25
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Bibliografia

Sebastião José

Mundo Fechado (1948)

Os Super-Homens (1950)

Contos Impopulares (1951)

Os Incuráveis (1956)

A Sibila (1956)

A Muralha (1957)

O Inseparável (1958)

O Susto (1958)

Ternos Guerreiros (1960)

O Manto (1961)

O Sermão do Fogo (1963)

Os Quatro Rios (1964)

A Dança das Espadas (1965)

Canção Diante de uma Porta Fechada (1966)

Homens e Mulheres (1967)

Santo António (1973)

As Categorias (1975)

As Pessoas Felizes (1975)

Crónica do Cruzado Osb (1976)

As Fúrias (1977)

O Mosteiro (1980)

O Vale Abraão (1991)

O Concerto dos Flamengos (1994)

Camilo. Génio e Figura (1994)

Memórias Laurentinas (1996)



publicado por sapo às 16:22
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Pesquisar neste blog
 
Posts recentes

...

Biografia

Bibliografia

Arquivos

Setembro 2014

Dezembro 2006

tags

todas as tags

Links

blogs SAPO
subscrever feeds